Feliz Ano Novo

Imagine
Imagine não haver o paraíso
É fácil se você tentar
Nem inferno abaixo de nós
Acima de nós, só o céu
Imagine todas as pessoas
Vivendo para o hoje
Imagine que não há nenhum país
Não é difícil imaginar
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nem religião, também
Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz
Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só
Imagine que não ha posses
Eu me pergunto se você pode
Sem a necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade dos homens
Imagine todas as pessoas
Partilhando todo o mundo
Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo será como um só


O Venda Proibida deseja que a alegria deste início de ano, seja sempre presente em
nossas vidas e que esta festa, represente para nós, a confirmação
de tudo o que sentimos e desejamos. Façamos novos ideais e façamos isso juntos, essa cumplicidade deve ser incondional.
Que a Paz o Amor, reine em nossos corações hoje e sempre. Amém.

Feliz Natal

"Natal é tempo de alegria. De paz, felicidade e muito amor. Que
você possa viver esses bons momentos todos os dias do Ano Novo!
**DEUS, na sua infinita bondade, nos presenteou ao enviar seu filho Jesus Cristo, para nos mostrar como é grande o seu amor por todos nós.**





Quero!
Que neste Natal a alegria da amizade,
invada seu coração e o torne mais feliz.
Que as estrelas da esperança te abrace de tal forma,
que você venha a se alegrar a cada lembrança.
Que os presentes de amor,
sejam lembrados por todos os dias...                                   
do próximo ano prestes a nascer.
Que neste Natal, fique na memória a expectativa de uma vida melhor...
e a realização de dias gloriosos.
Neste Natal quero te dizer que você merece presentes divinos,                          
e riquezas que abençoam seu coração.


O Venda Proibida te deseja um Feliz Natal e muitas felicidades para o próximo Ano."

Dieta para detonar a barriga!

Navegando pelo site IG, encontrei essa matéria. Super interessante.Vamos começar agora a trabalhar a barriga para o verão!

Acompanhe esse cardápio que, além de emagrecer, combate a indesejada "barriguinha de chope"

Além do excesso de peso, o homem, especialmente, sofre com aquela desagradável barriga que se instala e parece não querer mais ir embora. E a gordura abdominal – ou obesidade visceral – é uma doença. A nutricionista Roseli Rossi, da Clínica Equilíbrio Nutricional, diz que ela é perigosa. “O acúmulo dessa gordura se encontra próxima aos principais órgãos do corpo (fígado, intestino, rins e pâncreas), proporcionando, com isso, o aparecimento de doenças como diabetes, dislipidemias, doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, entre outras”.

“As fontes de carboidratos simples, com alto índice glicêmico (açúcar refinado, pão e arroz branco), são absorvidos rapidamente. Os alimentos com alto teor de gorduras saturadas e trans (frituras, leite integral, queijos amarelos, biscoitos e salgadinhos) são os grandes vilões para o acúmulo de gordura abdominal”, diz a nutricionista. “Prefira sempre carboidratos complexos (integrais) e gordura boas, como as poli-insaturadas e monoinsaturadas”.

Mas antes de começar a mudar a sua alimentação, veja algumas recomendações para encarar essa dieta: “Para o tempero das saladas, utilize limão, pouco sal, azeite de oliva extravirgem e vinagre de maçã. A hidratação é fundamental. O ideal é ingerir no mínimo de 2 a 2,5 litros de água por dia”.

As quantidades de porções dos alimentos não foram mencionadas, pois isso depende das necessidades individuais, segundo ela. Por isso, seja equilibrado e não abuse. Acompanhe as três opções que Roseli Rossi elaborou:

Opção I

Café da manhã
Banana com aveia e canela
Leite de soja light
Torrada integral com peito de peru

Lanche
Maçã com casca e castanhas do Pará

Almoço
Salada de folhas verdes com legumes
Arroz integral
Feijão
Peito de frango grelhado com ervas
Laranja com bagaço

Lanche
Pão de forma integral com patê de atum e água de coco

Jantar
Salada de rúcula, cenoura, tomate e brócolis
Batatas assadas
Filé de pescada ao vapor com azeite, limão e alecrim
Abacaxi

Opção II

Café da manhã
Suco de laranja, mamão e semente de linhaça
Torradas integrais com ovo mexido

Lanche
Barra de cereais e suco de soja light

Almoço
Salada de folhas e legumes temperados com azeite de oliva
Macarrão integral com molho de tomate
Carne assada com couve refogada
Salada de frutas

Lanche
Iogurte light e damascos secos

Jantar
Salada de folhas verdes com atum
Sanduíche de pão integral com hambúrguer de soja
Melão

Opção III

Café da manhã
Iogurte natural desnatado com aveia em flocos, canela em pó, semente de linhaça triturada e maçã

Lanche
Água de coco
Torrada Integral com queijo “minas”

Almoço
Salada de folhas com legumes temperados com azeite de oliva
Creme de milho
Badejo assado com cebolas
Couve-flor cozida ao vapor
Pêssego

Lanche
Vitamina de leite de soja light, banana e amêndoas

Jantar
Salada de folhas verdes
Filé de frango grelhado com tomate e orégano
Arroz integral com brócolis
Kiwi

Boas opções

Cereais integrais
Sucos e frutas naturais
Carnes magras e assadas, cozidas ou grelhadas
Verduras e legumes
Chás naturais
Ervas, azeite de oliva, alho

Mais opções

Doces
Alimentos refinados
Pão e massas de farinha refinada
Carnes gordas, fritas e empanadas
Molhos gordurosos
Salgadinhos
Bebida alcoólica em grande quantidade
Chás e bebidas industrializados com açúcar
Queijos amarelos e embutidos

Fonte: IG

Como evitar filhos na China

O governo chinês lançou este vídeo para diminuir a população. É para morrer de rir.






Fonte: CollegeHumor

As melhores maneiras de evitar que seu cérebro envelheça

Você quer manter seu cérebro funcionando direitinho, mesmo com o passar dos anos? Pois é, não só você. A maioria das pessoas tem a mesma preocupação, e um novo estudo confirma que a inquietação tem motivos: 53% das pessoas têm um leve declínio nas funções mentais aos 70 ou 80 anos, e aproximadamente 16% têm problemas mais sérios com a memória e outras funções cerebrais com o envelhecimento.

A boa noticia é que você não precisa fazer parte das estatísticas. Um estudo realizado na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que uma em cada três pessoas que participaram da pesquisa não teve nenhum problema de memória quando passaram dos 70 anos. O estudo acompanhou 2509 homens e mulheres durante mais de oito anos. Todos os participantes tinham ao menos 70 anos no início dos estudos.

Analisando mais de perto esse grupo de pessoas, os pesquisadores perceberam que há muito que se pode fazer para melhorar a memória. De acordo com a pesquisa, o segredo é exercitar-se – e manter atividades mentais e uma vida social agitada também ajudam. Confira algumas das maneiras de manter seu cérebro jovem por mais tempo:

1 – Continue estudando: pessoas que se formaram no ensino médio tiveram de duas a três vezes mais chance de ficar no grupo dos que mantiveram as funções mentais intactas. As que tinham nível básico escolar tinham de quatro a cinco vezes mais chance de integrar o grupo.

2 – Pare de fumar: não-fumantes figuraram mais no grupo de pessoas sem nenhum declínio mental.

3 – Se exercite: pessoas que mantêm atividades físicas pelo menos uma vez por semana tiveram maiores chances de manter a memória.

4 – Se mantenha socialmente ativo: as pessoas que viviam com alguém ou faziam trabalhos voluntários tinham uma chance maior de ficar no grupo dos que mantiveram a memória intacta.

É claro que, além disso, existem outros fatores incontroláveis. O estudo mostrou que negros tiveram maior perda das funções cognitivas com a idade, assim como pessoas com hipertensão, diabetes ou um gene chamado apolipoproteína E, carregado por aproximadamente 25% da população mundial.

Porém, mesmo que você não tenha terminado os estudos ou algum outro fator que você não possa mudar, você ainda pode desafiar seu cérebro, de acordo com Alexandra Fiocco, que participou da pesquisa. Ela afirma que o jeito mais fácil de fazer isso é participando de atividades sociais, como trabalhos voluntários: “O isolamento é muito perigoso”, diz.

Atividades em dia

Michelle Carlson, diretora do Centro de Envelhecimento e Saúde de Baltimore (EUA), concorda com as descobertas quanto à atividade social e física. Seu grupo de estudos está realizando uma pesquisa em que homens e mulheres mais velhos fazem trabalhos voluntários ensinando técnicas de leitura para crianças e adolescentes. Fazendo imagens cerebrais dos voluntários, Carlson e sua equipe demonstraram que as pessoas tiveram grandes melhoras em seus cérebros, assim como aconteceu como um grupo que fez exercícios físicos – e nem precisa ser muito. Os benefícios dos exercícios físicos foram vistos em pessoas que andaram um total de 90 minutos por semana (menos de 20 minutos por dia).

Kirk Erickson, da Universidade de Pittsburgh (EUA), afirma que nunca é tarde demais para começar a se exercitar. “Mesmo quem passou a vida inteira sendo sedentário pode se beneficiar dos exercícios”, diz. Erickson afirma que caminhar três vezes por semana por meia hora é suficiente para aumentar as funções cognitivas do cérebro e reverter os efeitos do tempo. Outra coisa importante para manter seu cérebro saudável é ser intelectualmente curioso, de acordo com o pesquisador, que deixa a dica: “Não tenha medo de aprender novas coisas, vá atrás do que você acha interessante e tente procurar novos caminhos para sua mente trabalhar”.

Fonte: HypeScience

Trepada da loira! (nunca vi nada igual)

video


Desejo a todos um maravilhoso fds!

Efeito Troxler

Desvanecimento Troxler ou efeito Troxler é um fenômeno da percepção visual. Quando se fixa um determinado ponto, depois de cerca de 20 segundos ou assim, um estímulo de distância do ponto de fixação, na visão periférica, irá desaparecer e desaparecer. O efeito é maior se o estímulo é pequena, é de baixo contraste ou equiluminant, ou é borrada. O efeito é reforçado ainda mais o estímulo é a distância do ponto de fixação.

Desvanecimento Troxler foi descoberto por Ignaz Paulo Vital Troxler em 1804.



Neste exemplo, as manchas lilás no chaser lilás desaparecem após aproximadamente 20 segundos, deixando um fundo cinza e cruz preta. Some viewers may notice that the moving space has faded into a moving blue-green spot, possibly with a short trail following it. Alguns espectadores podem notar que o espaço se movendo desvaneceu-se em um movimento azul-mancha verde, possivelmente com uma pequena trilha que se lhe segue. Furthermore, moving ones eyes away from the image after a period of time may result in a brief, strong afterimage of a circle of green spots. Além disso, movendo os olhos longe da imagem após um período de tempo pode resultar em uma pós-imagem, breve forte de um círculo de manchas verdes.

Fonte: Wikipédia

Sexo a Mulher e o Envelhecer


A mulher sofre ainda mais que o homem com os preconceitos relativos à prática sexual a partir de uma determinada idade. No entanto como vimos, estando a mulher de qualquer idade, em boas condições gerais de saúde não existem limitações orgânicas à atividade sexual. Nunca é demais repetir que, para evitar as conseqüências negativas das informações erradas que assimilamos ao longo dos anos é importante conhecer as modificações que ocorrem no organismo da mulher com o envelhecimento.

Menopausa

A menopausa corresponde a um período da vida da mulher em que ocorrem profundas modificações hormonais e metabólicas, que levam a interrupção do processo da ovulação e da menstruação. Geralmente inicia-se em torno dos 45 anos de idade, podendo, no entanto ser bastante variável de mulher para mulher.

A partir da menopausa, em virtude de não produzir mais óvulos, a mulher, obviamente, não é mais capaz de engravidar.

Apesar das modificações mencionadas, não existem razões significativas para que a sexualidade feminina se altere com a menopausa. Em muitos casos, vendo-se a mulher livre da possibilidade de engravidar, o interesse pelo sexo pode até mesmo aumentar.

Uma das principais queixas das mulheres após a menopausa é o ressecamento vaginal, devido à diminuição das taxas hormonais, principalmente dos estrogênios. Este ressecamento pode causar dificuldade, um certo desconforto e até mesmo dor à penetração do pênis. Este problema será facilmente resolvido através da reposição hormonal prescrita pelo médico.

As alterações hormonais e metabólicas também produzirão algumas modificações no corpo da mulher, notadamente no acumulo de gordura e na elasticidade da pele. Tais alterações têm ação mais intensa na esfera do emocional, pelo comprometimento da auto-estima e da imagem corporal, do que na resposta sexual propriamente dita. Independente dos cuidados com o corpo é importante que a mulher aprenda a envelhecer com dignidade, reconhecendo suas qualidades e seus pontos fortes. não considerando tão somente a sua condição estética. Procedendo desta forma, certamente não existirão razões para que a mulher se considere menos atraente para o seu parceiro.

Amor ou Sexo

Em idades mais avançadas, realmente, o comprometimento das condições físicas e a presença de doenças diversas podem comprometer o relacionamento sexual do casal. Nestas condições é importante lembrar que o amor e o sexo, apesar de andarem juntos durante boa parte da vida, são fatores independentes. Sentimentos como o companheirismo, o afeto, a cumplicidade e o carinho, descobertos e cultivados ao longo de toda uma vida, proporcionarão ao casal idoso a motivação e a alegria que estarão presentes até o fim de suas vidas.

Fonte: Saude Sexual

Sexo o Homem e o Envelhecer

A Andropausa

O termo andropausa pretende estabelecer uma analogia com a menopausa. Esta corresponde ao período de vida da mulher caracterizado por importantes modificações hormonais. Na menopausa ocorre a parada da produção e eliminação de óvulos pelos ovários, com o desaparecimento do período menstrual. A andropausa seria uma fase da vida do homem, caracterizada por diminuição da atividade física e sexual, perda da massa muscular e da densidade do osso, distúrbios do humor, entre outras alterações. O principal fator desencadeante de tais alterações seria a diminuição dos níveis de testosterona (hormônio masculino) no sangue.

Embora alguns autores tenham tentado estabelecer uma comparação, existem controvérsias quanto à ocorrência no homem, de uma situação semelhante a que ocorre na menopausa feminina. A meu ver, a comparação com a menopausa não é adequada. No caso do homem, não existem alterações clínicas e laboratoriais tão marcantes como as que ocorrem na menopausa.

Modificações da resposta sexual masculina
em decorrência do envelhecimento.

Inúmeros pacientes procuram os médicos com a esperança de obter de volta a ereção que tinham quando eram jovens. O profissional deve ser capaz de tranqüilizá-los a respeito do processo normal do envelhecimento, despertando-os para consciência de que são perfeitamente capazes de manter uma atividade sexual satisfatória. Caso contrário estes pacientes iniciarão uma peregrinação pelos consultórios e acabarão afetados por uma obsessão pelo desempenho, incorrendo em tratamentos caros e na maioria das vezes desnecessários.

Uma das principais alterações observadas com a idade ocorre no tempo necessário para a ereção se processe. Se no jovem a ereção ocorre imediatamente após um pensamento erótico, no idoso o tempo decorrido será bem maior.

As sensações oriundas do próprio pênis, também são transmitidas ao cérebro com menor rapidez e intensidade, em decorrência do envelhecimento do sistema nervoso. Por isso, o idoso necessita de uma maior e mais prolongada estimulação tátil do que um jovem. O contato físico e o estímulo direto do pênis tornam-se bem mais necessários.

A quantidade do esperma pode diminuir com a idade. Isso decorre de uma menor secreção de líquidos pelas vesículas seminais e próstata. A força do jato ejaculatório também diminui. Independente dessas alterações, diferente do que ocorre com a mulher, a capacidade de reproduzir do homem não se interrompe com a idade.

A sensação do orgasmo, quando diminui, no homem idoso, está relacionada a fatores emocionais ou ao comprometimento do sistema nervoso e/ou vascular decorrente de diversas doenças, que são mais freqüentes a medida em que a idade aumenta.

O tempo necessário para uma nova ereção após uma ejaculação (período refratário), aumenta junto com a idade. Conforme já vimos, um jovem pode apresentar uma nova ereção, alguns minutos após ejacular. Um homem idoso pode necessitar de muitas horas e até dias para que tal procedimento seja possível.

O desejo não se modifica obrigatoriamente com a idade, embora seja esperada uma diminuição dos níveis de testosterona no sangue. No homem, os fatores emocionais, estão mais envolvidos no desejo do que o simples estímulo hormonal. Isso explica a razão de homens de idade avançada apresentarem seu desejo sexual preservado, mesmo com diminuição da secreção de testosterona.

As Incertezas da Parceira

Se o homem, na maioria das vezes, não entende as modificações que o seu organismo apresenta, em decorrência da idade, imaginem a sua companheira. Por absoluta falta de informações, a mulher pode interpretar essas mudanças de uma maneira completamente errada. Essa interpretação leva a medos infundados, cobranças prejudiciais e outras condutas inadequadas.

Acreditando as mudanças do comportamento de seu companheiro são devidas ao desinteresse por ela, a mulher pode afastar-se do parceiro. Esse tipo de conduta aumenta a insegurança do homem e agrava ainda mais a situação.

Quando homem não apresenta uma ereção imediata, a mulher, com receio de deixá-lo constrangido, pode desistir e parar de estimular o companheiro, privando-o do tempo necessário para que a ereção se processe.

Em qualquer situação, a falta de dialogo entre os parceiros impede o esclarecimento de dúvidas e anseios. O afastamento do casal incrementa um ciclo vicioso que dificulta a resolução dos problemas.

Fonte: Saude Sexual

O Sexo e o Envelhecer

Lamentavelmente, porém com esperanças, nossa sociedade somente agora começa a engatinhar na compreensão dos anseios e dificuldades apresentadas pelos indivíduos ao envelhecer.

Mesmo atualmente, um casal de sexagenários que se beijassem, em público, de uma forma um pouco mais “quente”, certamente seria considerado ridículo. Enquanto isso, um casal de adolescentes, no maior “amasso”, ao lado, passaria despercebido. Esse tipo de comportamento social pode ser explicado pelo nosso desagrado em envelhecer.

Diante das críticas sociais e na grande maioria das vezes, sem dispor de informações sobre o que acontece com o seu corpo no processo de envelhecimento, algumas pessoas se acomodam e aceitam que sua vida sexual chegou ao fim.

Somente por conta de preconceitos é possível acreditar que as pessoas com mais de 60 anos perdem o interesse e a capacidade de manter uma vida sexual ativa.

O envelhecimento é um processo fisiológico normal e não uma doença. Está claro que quanto mais o indivíduo vive, mais sujeito está às diversas doenças conseqüentes ao desgaste natural dos órgãos e tecidos do organismo. Esta claro, também, que o indivíduo que cuidou de preservar a sua saúde, ao longo dos anos, melhor enfrentará o processo do envelhecer. A abstenção do fumo e do álcool, a prática de exercícios físicos regulares, a manutenção de um peso adequado são medidas importantes. Assim como o corpo, a sexualidade precisa ser exercitada. A atividade sexual na velhice, não é de forma alguma prejudicial ao organismo. Muito pelo contrário, a prática regular da atividade sexual é extremamente benéfica. Suas repercussões, tanto a nível físico, quanto emocional permitirão ao homem um envelhecer com melhores possibilidades.

E não basta se preocupar somente com o a saúde física cuidar da mente, é fundamental. As pessoas não devem se deixar levar por crendices e devem ser capazes de entender que o envelhecimento leva a uma série de alterações em todo o corpo, inclusive no ciclo de respostas sexuais do organismo. Quando isso não acontece podem apresentar uma série de preocupações infundadas e desenvolver um quadro de ansiedade com relação a sua sexualidade que com certeza será muito mais prejudicial do que a idade. Neste caso pode deixar de desfrutar de uma vida sexual agradável e prazerosa, mesmo sem apresentar qualquer tipo de problema orgânico.

Quando dotados das informações pertinentes, homens e mulheres são capazes de compreender o que acontece com o seu corpo à medida que envelhecem e aceitar as mudanças que se passam em seu organismo. Podem entender que o sexo e a intimidade podem continuar a ser praticados, sem anseios ou culpas, independente de rótulos ou falsos padrões de desempenho sexual.

Fonte: Saude Sexual

Como a mídia afeta a auto-estima das mulheres obesas ou magras?

Mulheres acima do peso sofrem com uma enorme queda na auto-estima quando olham para fotos de modelos de qualquer peso, de acordo com uma nova pesquisa. O mesmo estudo revela que mulheres com pouco peso têm um aumento da auto-estima, independente do peso das modelos mostradas.
Os autores do estudo, da Holanda, Alemanha e Estados Unidos, pesquisaram o modo com que pessoas com corpos diferentes reagem quando são expostos a modelos magras ou com sobrepeso. A pesquisa foi realizada com mulheres com diferentes Índices de Massa Corporal (IMC) cálculo que mostra a relação entre a altura e o peso dos indivíduos.

» Um simples sorriso faz as mulheres se sentirem melhor com sua aparência

“A pesquisa confirma pesquisas anteriores que mostram que mulheres com o IMC normal podem ter variações na auto-estima dependendo da pessoa para quem olham”, afirmam os autores. “Mulheres com o IMC normal – entre 18 e 25 – têm níveis de auto-estima mais altos quando são expostas a mulheres moderadamente magras, pois se sentem similares a elas, e também quando olham para mulheres obesas, pois se sentem diferentes delas”, diz a pesquisa.

Entretanto, a auto-estima baixa quando as participantes do estudo são expostas a mulheres com leve sobrepeso, pois elas se sentem similares. O mesmo acontece com modelos extremamente magras, pois elas se sentem muito diferentes.

A pesquisa mostra novas descobertas sobre como a exposição à mídia afeta a auto-estima de mulheres com diferentes tipos de corpo. Os autores chamam a atenção para um fator interessante dos resultados: “A auto-estima de mulheres magras sempre aumenta, independente da modelo para quem olham”. Por outro lado, afirmam os autores, “a auto-estima de mulheres com sobrepeso sempre diminui, não importando para qual modelo elas olham”.

» É possível emagrecer dormindo com auto hipnose?

Curiosamente, mulheres com sobrepeso e as abaixo do peso tinham níveis parecidos de auto-estima antes de observar as modelos. A pesquisa também mostrou que propagandas afetam os hábitos alimentares e intenções de dietas e exercícios das participantes. Por exemplo, as participantes com sobrepeso comiam menos doces e tinham maiores intenções de fazer dietas e praticar exercícios quando ficavam expostas a modelos mais gordinhas. [Science Daily]

Fonte: HypeScience

Masturbação pode levar a câncer de próstata

Um novo estudo aponta que homens com vida sexual ativa, entre seus 20 e 30 anos, têm maior probabilidade de desenvolver câncer de próstata – e as chances do desenvolvimento da doença aumentam se a masturbação for um ato freqüente.

De acordo com o autor da pesquisa, Polyxeni Dimitropoulou, os estudos do câncer de próstata normalmente estão relacionados a homens que já estão na meia-idade (a doença aparece em homens mais velhos). Sendo assim, os cientistas estão interessados nesse provável elo entre a anomalia das células e a vida sexual na juventude do paciente.

A pesquisa foi feita da seguinte forma: dois grupos de homens com menos de 60 anos foram formados – os que tinham câncer de próstata diagnosticado e os que não apresentavam sinal da doença. Entre os doentes, 34% tinha o hábito de se masturbar enquanto estava na faixa dos vinte anos. Essa porcentagem, entre homens saudáveis, é 20%. Uma situação similar foi verificada na faixa etária dos 30 anos.

Para Dimitropoulou, os hormônios têm um papel decisivo no câncer de próstata e é comum que homens com a doença sejam submetidos a tratamentos de redução hormonal para que o câncer não aumente ou se espalhe pelo organismo. “Como os hormônios estão ligados com o ato sexual, o homem que tiver a vida sexual mais ativa teria maiores chances de desenvolver câncer de próstata, já que seus hormônios seriam, também, mais ativos”. No entanto, o pesquisador admite que, para ter conclusões mais acertadas, é necessário um conhecimento maior do corpo humano.

Outro resultado espantoso que a pesquisa revelou é que, se nos homens mais jovens a vida sexual ativa pode aumentar o risco de câncer de próstata, nos mais velhos acontece o contrário. O estudo indicou que, a partir dos cinqüenta anos, uma vida sexual mais ativa e a própria masturbação podem prevenir o câncer. A explicação fornecida pelos pesquisadores é a de que, durante o ato, toxinas acumuladas na “área” são liberadas, reduzindo os riscos. Mas eles afirmam, novamente, que maiores estudos são necessários para chamar esses resultados de conclusivos.

Outras curiosidades reveladas pela pesquisa:

* 59% dos homens de ambos os grupos revelaram que praticaram atos sexuais (seja masturbação ou o modo “tradicional”) 12 vezes, ou mais, dos 20 aos 30 anos de idade. O número diminuiu sempre, a cada dez anos de idade adquiridos.
* 39% do grupo com câncer de próstata possuíam seis parceiras, ou mais, comparado com 30% do outro grupo.
* Os homens com câncer de próstata eram mais propensos a terem doenças sexualmente transmissíveis.

Fonte: HypeScience

 

©2009 Venda Proibida | by TNB